Política


Romero concede reajuste de 3% para servidores efetivos e aposentados

Aumento é retroativo a primeiro de maio e terá impacto de R$ 300 mil mensal na folha.




Divulgação/Codecom-CG
Divulgação/Codecom-CG
Romero Rodrigues anunciou o reajuste de 3% durante reunião com direção do Sintab

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, envia na manhã desta quarta-feira (31) o projeto de lei à Câmara de Vereadores, reajustando em 3% os salários dos servidores efetivos, retroativo a 1º maio, data-base do funcionalismo público municipal. O aumento vai provocar um impacto mensal de R$ 300 mil na folha de pessoal. Cerca de quatro mil servidores efetivos vão ser contemplados com o reajuste, além de aposentados e pensionistas do IPSEM.

Ficam de fora do projeto os professores e os funcionários que recebem o salário mínimo, pois eles tiveram seus vencimentos reajustados em janeiro. Romero se reuniu nesta terça-feira (30) com a direção do Sindicato dos Trabalhadores Municipais do Agreste da Borborema (Sintab). Após apresentar detalhadamente os números sobre a realidade financeira da Prefeitura, Romero comunicou que será possível aplicar o índice de 3% nos salários já deste mês de maio. A folha de maio começou a ser paga hoje já com 3% de aumento.

Sintab

Participaram da reunião com Romero Rodrigues, na sede do Centro Especializado de Reabilitação (CER), o presidente do Sintab, Nazito Pereira da Costa Júnior, além dos diretores da entidade, Geovani Freire, Wênia Patrícia de Azevedo, Mônica Cristina da Cunha Santos e Franklin Barbosa de Brito. O vereador Antonio Pimentel Filho (PSD) também esteve presente no encontro.

Em sua exposição, o prefeito Romero fez questão de destacar a disposição da gestão de contemplar os servidores municipais com um reajuste à altura da importância da categoria, mas lamentavelmente a crise econômica – agravada pela crise política – tem determinado aos municípios uma redução drástica das receitas, o que vem comprometendo bastante a aplicação de uma política salarial justa e dentro do que define a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Assembleia

O presidente do Sintab, Nazito Pereira, disse que esperava um reajuste maior e revelou que pediu documentos oficiais da prefeitura, provando a situação financeira do Município. O sindicalista anunciou para o dia 7 de junho uma assembleia com os servidores para avaliar o reajuste salarial.