Política

Fachin autoriza que Polícia Federal interrogue presidente Michel Temer

Ação faz parte do inquérito em que ele é investigado com base nas delações premiadas dos donos da JBS.




Nesta terça-feira (30), o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou que o presidente da República Michel Temer seja interrogado. A ação faz parte do inquérito em que ele é investigado com base nas delações premiadas dos donos da empresa JBS.

Conforme a decisão, o presidente poderá ser interrogado por escrito e terá a opção de responder às perguntas da Polícia Federal em até 24 horas.

O ministro Fachin também decidiu separar a investigação do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do inquérito de Temer, que também inclui o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Com isso, a investigação foi dividida em dois inquéritos diferentes.