Política


Lígia evita falar sobre posse no Governo e sobre o futuro de Ricardo

Vice-governadora disse que não falou com o socialista a respeito do tema.




A vice-governadora do Estado, Lígia Feliciano (PDT), se esquivou mais uma vez de falar em público sobre assumir a possibilidade de vir a assumir o Governo do Estado em abril de 2018, com a possível desincompatibilização do governador Ricardo Coutinho (PSB) para disputar algum cargo eletivo nas próximas eleições. Em contato com a imprensa, na manhã desta segunda-feira (15), durante a inauguração do Restaurante do Servidor, em João Pessoa, a pedetista disse que o momento era de pensar apenas em “trabalho”.

“Essas questões envolvendo eleição estadual, sucessão ao governo, vou deixar toda essa discussão para 2018. Hoje, me sinto feliz por fazer parte desse projeto que vem mudando a Paraíba como nunca se viu antes”, disse.

A vice-governadora ainda evitou opinar sobre o futuro do titular do mandato, Ricardo Coutinho, e disse que não participou de qualquer tipo de conversa interna que envolva o tema sucessão. “Nós vivemos o momento, o trabalho que está sendo executado em 2017, as estradas que estão sendo inauguradas, as adutoras, vivemos o presente e hoje a inauguração desse lindo restaurante”, resumiu Lígia, que complementou: “acho que o governador deve manter como ele vem fazendo. Uma excelente administração, trabalhando diuturnamente para melhorar esse Estado”.