Política

TRF5 aumenta produtividade e bate cinco metas do CNJ

Juizados Especiais Federais, Turmas Recursais e e Uniformização de Jurisprudência são destaque. 



Divulgação
Divulgação
Dados foram apresentados durante a Reunião de Análise da Estratégia, coordenada pelo presidente do TR5, desembargador Rogério Fialho

A Justiça Federal na 5ª Região superou a Meta 7 de 2016, que era a de baixar quantidade maior de processos criminais do que os novos casos naquele ano. O índice de cumprimento da meta foi de 128,5%. Os melhores desempenhos foram com relação às metas 2, 3, 4, 6 e 7/2016, com destaque para os Juizados Especiais Federais (JEFs), as Turmas Recursais (TRs), e Turma Regional de Uniformização de Jurisprudência (TRU), conseguindo julgar todos os processos distribuídos até 31/12/2013 da Meta 2.

Outro dado relevante é referente à Meta 3, destacando também os JEFs, cujo percentual de casos encerrados por conciliação em 2016 (8,07%) superou o do ano passado (7,87%), gerando, dessa maneira, o alcance da meta.

Reunião

Os dados foram apresentados durante a Reunião de Análise da Estratégia (RAE), promovida pelo Comitê de Gestão Estratégica Regional da 5ª Região (CGER). Coordenada pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5, desembargador federal Rogério Fialho Moreira. A reunião contou com a participação dos juízes federais Leonardo Resende (auxiliar da Presidência), Joana Carolina (JFPE), Bruno Carrá (JFCE) e, por videoconferência, Marco Bruno Miranda (JFRN); o diretor-geral Arthur Pedrosa; as diretoras da Secretaria Judiciária e da Subsecretaria de Tecnologia da Informação, respectivamente, Telma Motta e Fernanda Montenegro; o diretor da Divisão de Gestão Estratégica e Estatística, Luiz Targino, e o supervisor da Seção de Processos e Projetos, Eduardo Victor de Assis Menezes.