Política

Posse de prefeito e vereadores é adiada em Barra de Santana

Presidente da Câmara quis apresentar o projeto porque dia 1° é domingo.



Os poderes do Executivo e Legislativo, do município de Barra de Santana, no Cariri paraibano, poderão começar 2017 sem representantes. A Câmara Municipal aprovou, por seis votos a um, o adiamento da posse da prefeita, do vice-prefeito e dos vereadores, que deverá acontecer no dia 2 de janeiro. A votação, na Câmara, aconteceu em plenário na quinta-feira (24).

O projeto é de autoria do presidente da casa, Amisterdam da Silva (PMDB). Ele disse que "achou por bem" apresentar o projeto porque o dia 1° de janeiro é  um domingo. "Não vejo nenhum problema em relação ao adiamento. Não vai interferir já que é feriado universal", disse.
 
O único voto contrário à mudança foi do vereador Cleocélio Nazareno (PSD). "A constituição federal foi rasgada pelos parlamentares favoráveis a esse projeto. Não tem cabimento uma cidade ficar sem prefeito e vereadores porque é domingo ou feriado. Creio que seja inédito no país um projeto desse", afirmou.
 
A reportagem tentou contato com a prefeita eleita da cidade, Cacilda Farias (PSD), mas as ligações não foram atendidas. Cleocélio Nazareno, que vai compor a base da prefeita, disse que ela é totalmente contrária à decisão do legislativo. Ele ainda afirmou que já acionou o Ministério Público.
 
Apesar da aprovação, o presidente da Câmara Municipal, Amisterdam da Silva, explicou que, por causa da repercussão, enviou o projeto para a assessoria jurídica e aguarda um retorno, mas que, para ele, o adiamento da posse é aceitável.