Política

Vereadores vão cobrar o Estado na execução das obras de transposição

Em Monteiro, comitiva de Campina decide pedir audiência com Ricardo Coutinho



Ascom
Ascom

Uma comitiva de vereadores de Campina Grande visitou na manhã desta segunda-feira (21) as obras da transposição do Rio São Francisco em Monteiro. Na região, eles mostraram-se animados com o andamento dos trabalhos executados pelo município. Depois da viagem, os vereadores disseram que pretendem conseguir uma audiência com o governador Ricardo Coutinho para que a parte referente ao Estado seja realizada.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Antonio Pimentel Filho (PSD), a limpeza do leito do Rio Paraíba e dos açudes Porções e Camalaú precisa ser feita. “Existem muitas árvores, algaroba, poços com significativa profundidade, a obra também demanda alguns desvios e trabalhos que são de responsabilidade do governador que já deveria ter feito sua parte, cuja duração deve ser e torno de 90 dias. A Prefeitura de Monteiro está fazendo a sua parte e o governo federal acelerou o ritmo com trabalho em três turnos”, disse.

Pimentel disse que também solicitará empenho dos deputados paraibanos. “Precisamos sensibilizar a todos para que quando a água chegue em Monteiro, ela não encontre empecilhos a aportar no açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão”, disse.

Presente na comitiva, o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), disse que a conclusão da obra está prevista para dezembro e entre janeiro e fevereiro estará chegando em Monteiro. “Nesta visita percebemos que agora a obra está viva e diante deste cronograma, o Boqueirão poderia receber as águas da transposição até abril, mas para que isto aconteça é preciso sensibilizar o governador para que os trabalhos de limpeza sejam feitos no leito do rio e a água chegue coma velocidade necessária”, disse.

A prefeita de Monteiro, Edna Henriques recebeu a comitiva de Campina Grande, junto com sua sucessora, a prefeita eleita Lorena Nóbrega. Edna disse que o trabalho que diz respeito a Monteiro está com o cronograma atualizado. O município ficou responsável pela execução da estação de tratamento e do esgotamento sanitário. “Estamos trabalhando com a agilidade necessária e acompanhando todo o processo para a continuidade das obras”, disse.