Política

Audiências da LOA 2017 de Campina Grande começam na próxima semana

Presidente de Comissão disse que peça orçamentária está enxuta.



Josusmar Barbosa
Josusmar Barbosa

Na próxima quarta-feira (16), serão iniciadas as audiências públicas da Lei Orçamentária Anual (LOA) de Campina Grande. A abertura das discussões do orçamento será com a Secretaria de Ciência e Tecnologia e outras quatros secretarias, às 14h30 no plenário da Câmara Municipal de Campina Grande. O orçamento de 968,1 milhões sofreu um aumento de 5,6% em relação ao deste ano, com a concentração de receita nas secretarias de Saúde, Educação e Obras, que juntas somam R$ 559 milhões dos recursos.

O percentual, segundo o presidente da Comissão de Finanças da Câmara, vereador Marinaldo Cardoso (PRB) é inferior a inflação. “Se fosssemos contemplar as necessidades esse orçamento ultrapassaria a casa de um bilhão, mas o prefeito Romero Rodrigues, considerando a crise econômica do país optou por enviar um orçamento mais enxuto, mas sem deixar de incluir a previsão de reajuste de 7% dos servidores públicos”, disse.

Conforme o calendário, as audiências das discussões acontecem nos dias 16,17,18 e 21, e depois serão dados 10 dias para que os vereadores apresentem emendas. O número de emendas por vereador à peça orçamentária é ilimitado.

As discussõess em torno da peça orçamentária terão a seguinte ordem: No dia 16: Ciência e Tecnologia, Juventude, Esporte e Lazer, Cultura, Serviços Urbanos e Meio Ambiente e Educação; dia 17: Secretaria de Planejamento, Desevolvimento Econômico, Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde), Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP), Empresa de Urbanização da Bornorema (Urbema) e Secretaria de Obras; dia 18: Administração, Finanças, Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipsem), Procuradoria Geral do Município e Procon; dia 21: Fundação Municipal de Saúde, Fundo da Infância e Adolescência, Fundo de Assistência Social e Secretaria de Ação Social.