Política

Prefeito eleito de Barra de Santa Rosa vai congelar salários de secretários

Segundo o futuro gestor, a medida é uma forma de equilibrar as finanças do município.



O prefeito eleito da cidade de Barra de Santa Rosa, Neto Nepomuceno (DEM), disse nesta terça-feira (8) que uma das primeiras medidas como gestor será congelar os salários de todos os secretários do município. O democrata disse que a Câmara aprovou reajuste de RS 3 mil para R$ 4 mil, mas que os valores não serão concedidos no primeiro semestre de 2017. Futuro prefeito também afirmou que uma das oito secretarias não terá secretário.

De acordo com o prefeito eleito, enquanto a situação financeira do município não for estabilizada, os reajustes salariais dos secretários não serão concedidos. A cidade tem oito secretarias e para o cargo de secretário de Comunicação e Eventos não haverá nomeação nos primeiros meses de gestão, como forma de reduzir os gastos públicos, enxugando a folha de pessoal.

O prefeito eleito também afirmou que pretende reduzir a quantidade de prédios alugados à prefeitura para conter gastos. “Com a redução, alguns serviços vão passar a funcionar no mesmo local, de maneira integrada”, pontuou Neto Nepomuceno, acrescentando os principais desafios de sua futura gestão, “os desafios são estabilizar a questão financeira do município, melhorar a saúde e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Neto Nepomuceno foi eleito prefeito de Barra de Santa Rosa no dia 2 de outubro, com 62,66% dos votos válidos. O democrata derrotou o principal adversário Biro Biro (PSD), que teve 36,80% dos sufrágios, e o candidato Moisés Duarte (PT do B) que obteve apenas 0,54% dos votos.