Política

Erradicar analfabetismo é desafio para os futuros prefeitos

Segundo site 'Eu Fiscal', dos 223 municípios da PB, dois estão em nível crítico, 31 em alerta e seis têm ótimos índices.



Divulgação
Divulgação
Juiz Aluízio Bezerra diz que parte do dinheiro da educação é desviada

O combate ao analfabetismo é um dos maiores desafios dos prefeitos eleitos para os próximos quatro anos. Na Paraíba, dos 223 municípios, dois estão em nível crítico, 31 em estado de alerta, 184 em situação normal e apenas seis considerados ótimo, conforme mostra o site ‘Eu Fiscal’. Na seção ‘Desempenho da Educação’, ele usa os Indicadores de Desempenho dos Gastos Públicos com Educação na Paraíba para mostrar como os gestores investem no setor e o reflexo disso diante do analfabetismo.

O site refere-se ao percentual de pessoas analfabetas com 18 anos de idade ou mais no ano de 2014.
O 'Eu Fiscal' mostra que a variação de investimento por aluno da prefeituras paraibanas é de R$ 912,47 até R$ 8.321,87. A média é pouco menos de R$ 4 mil.

Os maiores índices de analfabetismo são de Casserengue (46,25), no Curimataú, e São José da Lagoa Tapada (45,46%), no Sertão. Na primeira, o investimento por aluno foi de R$ 3.159,00 e , na segunda, R$ 3.968,65, desafios para os prefeitos eleitos, respectivamente, Genival Bento da Silva (PSDB), e Cláudio Marques (PSD), o Coloral. Entre os melhores índices, estão João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Boa Vista,Várzea e Olivedos.

Corrupção

Para o juiz-coordenador do Mutirão da Improbidade Administrativa, no âmbito do Tribunal de Justiça da Paraíba, Aluízio Bezerra Filho, o confronto dos altos índices de analfabetismo e os gastos com a educação demonstram que há dinheiro para a área, mas parte dele é desviado.

“Este levantamento comprova que dinheiro da educação escorre pelo ralo da corrupção em virtude do alto percentual de analfabetismo em plena era da tecnologia e do conhecimento. Há verba do Fundeb para pagar o piso do professor e investir na infraestrutura das escolas, mas em muitos casos falta gestão e uso correto dos recursos”, afirmou Aluízio Bezerra.

Parceria

O site ‘Eu Fiscal’ é uma parceira do JORNAL DA PARAÍBA em parceria com o Ministério Público da Paraíba (MPPB) e a Universidade Federal de Campina Grande.

Nível analfabetismo

Crítico

São José da Lagoa Tapada 45,46%
Casserengue 46,25%

Em alerta

Umbuzeiro- 38,58%
Itatuba- 38,80%
Catingueira – 39,01%
Gurinhém- 39,22%
São José dos Ramos- 39,06%
Santa Cecília- 39,32%
São Domingos de Pombal – 39,35%
Santana de Mangueira – 39,63%
Poço Dantas 41,38%
Vieirópolis – 40,30%
Juarez Távora- 40,31%
Aguiar – 40,40%
Barra de Santa Rosa- 40,44%
Natuba – 40,91%
Ibiara – 40,99%
Arara – 41,04%
Araruna – 41,18%
São Miguel de Taipu- 41,39%
Belém do Brejo do Cruz – 41,78%
Dona Inês – 41,94%
Mato Grosso- 41,96%
Salgado de São Félix – 42,81%
Capim- 42,90%
Cacimbas – 42,92%
Damião- 43,11%
Araçagi – 43,36%
Cuité de Mamanguape- 43,18%
Cacimba de Dentro – 43,35%
Serraria- 43,84%
Curral de Cima – 44,17%
Pedro Regis – 44,85%

Ótimo

João Pessoa- 8,17%
Campina Grande – 11,79%
Cabedelo – 12,27%
Boa Vista – 15,2%
Várzea – 15,61%
Olivedos- 17.38%