Política

Prefeito reeleito de Damião manda adversários se mudarem da cidade

 As declarações do prefeito foram dadas no dia 2 de outubro, na festa de comemoração.



O prefeito reeleito da cidade de Damião, no Curimataú do Estado, Lucildo Fernandes (PSB), pediu para que os adversários se mudassem da cidade e que 'só vão ter vez os que ajudaram a cidade com honestidade' . Em parte do depoimento, Fernandes chega a sugerir que os eleitores que votaram na candidata derrotada peçam água a um dos militantes que ajudou na campanha da adversária. As declarações do prefeito foram dadas no dia 2 de outubro, na festa de comemoração do resultado das urnas. Por telefone, Lucildo disse que se colocou mal e que as declarações eram destinadas aos empresários aliados da oposição.

O socialista foi reeleito prefeito do município com 53,11% dos votos, obtendo 2.013 sufrágios, derrotando a única adversária, Eleonora Diniz (PSD), que teve 1.777 votos (46,89%). "Quem votou na prefeita derrotada vão pra São Paulo porque a mala de vocês está arrumada. Porque o povo de Damião arrumou a mala de quem não quer o bem de Damião. Pode ir atrás de Pedro Odon pra botar água pra vocês. Pode ir atrás de São Paulo pra dar emprego a vocês, porque só vai ter vez em Damião quem quis ajudar Damião com honestidade", afirmou o socialista.

O vídeo com as declarações do prefeito foi gravado no dia da eleição, mas só foi divulgado essa semana, ganhando repercusão nas redes sociais. Em dado momento, é possível ouvir um eleitor concordando com as afirmações do prefeito dizendo que "é assim mesmo, é pra fazer isso".

Procurado pela reportagem do JORNAL DA PARAÍBA, Lucildo Fernandes disse que durante o pleito eleitoral, vários empresários da cidade de São Paulo apoiaram a candidata da oposição oferecendo emprego. Disse ainda que as declarações dele não foram destinadas aos eleitores que não votaram nele e sim aos empresários citados. "A minha adversária se juntou com empresários de São Paulo prometendo empregos durante a campanha eleitoral. Pedro odon é um empresário que tem água e não dá a ninguém e tava prometendo dar essa água ao povo", esclareceu.

Questionado sobre o fato de não ser democrático um governo que priorize apenas as pessoas que confiaram o voto no candidato, Lucildo disse que é um prefeito que administra para todos, sem distinções. "No momento de festa há aquele embate político, mas tenho feito um trabalho para todos. Me referi apenas às pessoas que vieram de fora para mostrar a cidade uma relaidade que não existe", esclareceu.