Política

Bancada fecha destino dos R$ 224,7 milhões do OGU para a Paraíba

Deputados 'batem o martelo' hoje sobre emendas parlamentares. 



A bancada federal da Paraíba volta a se reunir na tarde desta quarta-feira (19) para bater o martelo sobre as áreas prioritárias que devem ter recursos destinados através das emendas parlamentares no Orçamento Geral da União para 2017. Os parlamentares têm até o dia 20 para apresentarem as emendas, cada bancada pode destinar R$ 224,7 milhões para o Estado através do orçamento impositivo, além das 25 emendas individuais, no valor global de R$ 15,3 milhões, que não são impositivas à União.

Os debates em torno da pauta das emendas foi iniciada nesta terça-feira (18), através de uma audiência pública, realizada em Brasília, com a presença dos prefeitos reeleitos de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), e de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), além de outros gestores eleitos como José Aldemir (PEN), que administrará Cajazeiras a partir do próximo ano. Deputados estaduais e membros do Ministério Público da Paraíba também participaram dos debates.

Na reunião ficou acordado que uma das emendas, caso não tenha recurso garantido para a obra junto ao Banco Interamericano, será para o terceiro eixo da transposição do Rio São Francisco, que levará água para o açude de Coremas/Mãe D'Água. “Defendo a destinação de uma delas para o 3º Eixo da Transposição do Rio São Francisco, pois com essa obra iremos atender 47 cidades paraibanas que estão passando pela maior seca da nossa história”, afirmou Hugo Motta.

Além dessa, também devem novamente ser incluído através de emenda parlamentar projetos para construção da  terceira faixa da BR-230 de Cabedelo a Oitizeiro, na região metropolitana de João Pessoa; do Canal de Bodocongó, em Campina Grande; bem como obras de mobilidade na capital e ações voltadas para a saúde.