Política

Sete vereadores reeleitos se lançam à presidência da Câmara

Na primeira sessão ordinária, parlamentares lançam candidaturas.  



Josusmar Barbosa
Josusmar Barbosa
Disputa pela presidência do Poder Legislativo campinense deve ser acirrada

Na primeira sessão ordinária após as eleições, sete vereadores reeleitos em Campina Grande declararam nesta terça-feira (4) que são pré-candidatos à presidência da Câmara Municipal. A eleição será no 1º de janeiro de 2017. Para garantir a vitória, o candidato deve ter no mínimo 13 votos do colegiado de 23 parlamentares.  

Encabeça a lista dos postulantes o atual presidente Pimentel Filho (PSD). “Como minha experiência, é natural que eu concorra à reeleição para dar sequência ao trabalho iniciado há quase dois anos”, justificou Pimentel.

Ainda no PSD, o vereador João Dantas também se lançou na disputa. “Em várias eleições, retirei minha postulação para apoiar outros nomes, inclusive de Romero Rodrigues. Agora, é minha vez assumir a presidência da Câmara. Já fui líder da oposição e da situação, conheço o regimento e as leis e tenho um diálogo permanente com os vereadores”, explicou João Dantas.

Já Nelson Gomes Filho (PSDB), que foi presidente por três vezes, disse que foi procurado por vários parlamentares para disputar novamente o comando do Poder Legislativo campinense. Ainda da bancada governista, os vereadores Joia Germano (PSDB), Ivonete Lugério (PSD) e Alexandre do Sindicato (PHS)

Oposição

Da bancada oposicionista, apenas o vereador reeleito Rodrigo Ramos (PDT) lançou a pré-candidato ao comando da Câmara Municipal. “Fui o vereador mais votado da oposição. Minha campanha foi feita independente da chapa majoritária e tem bom trânsito com os parlamentares de todos os partidos”, comentou.