Política

Deca do Atacadão assume cadeira de Cássio Cunha Lima no Senado

Empresário pediu mais investimentos no setor produtivo para vencer a crise.



O Senado deu posse nesta quinta-feira (8) ao primeiro suplente do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), o empresário José Gonzaga Sobrinho (PSDB), mais conhecido como “Deca do Atacadão”. Em seu discurso de posse, ele relatou que conseguiu vencer as dificuldades da infância através do trabalho e pediu mais investimentos no setor produtivo para vencer a crise econômica do país.

"Eu sou o improvável que deu certo, não por milagre, mas por labor. O trabalho é o que o Brasil necessita neste instante. Temos uma economia abatida e carente. O Brasil não conseguirá dar um passo adiante sem desenvolver o seu setor produtivo" disse. 

Deca afirmou que a Região Nordeste sempre deu retorno ao país quando recebeu investimentos. Ele destacou o seu estado, a Paraíba, que chamou de “coração do Nordeste”, como um ator estratégico na economia nordestina, devido a sua “vocação logística”.

Proprietário do Grupo Atacadão Rio do Peixe,  uma rede de distribuidores com sede em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, ao ser empossado, Deca do Atacadão anunciou que vai utilizar "Deca" como nome parlamentar. De acordo com a Justiça Eleitoral, em 2010, ano em que a chapa de Cássio Cunha Lima foi eleita para o Senado, o patrimônio de Deca era de cerca de R$ 3,5 milhões.

Afastamento

Cássio vai se afastar por 120 dias para a retirada de pólipos do intestino, procedimento a que ele já foi submetido em outra oportunidade e cuja repetição do procedimento é recomendada pelos médicos por causa do histórico familiar.

Ex-líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima foi um dos senadores mais atuantes no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Com o afastamento, a liderança tucana passa a ser exercida pelo senador Paulo Bauer (PSDB-SC).