Política

Morre o deputado federal Rômulo Gouveia

Deputado foi vítima de um infarto fulminante. Rômulo foi vice-governador e presidente da Assembleia Legislativa.




Morreu na madrugada deste domingo (13) o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD). O velório acontece a partir das 12h na Câmara Municipal de Campina Grande. À noite o corpo segue para o cemitério Campo da Paz, onde o velório tem continuidade até as 16h da segunda-feira (14), quando acontece o sepultamento. O velório será aberto ao público.

Segundo nota do PSD, partido presidido por Rômulo na Paraíba, o deputado foi vítima de um infarto fulminante. Após uma semana hospitalizado para tratar uma infecção urinária, ele recebeu alta na noite de sábado (12). Ao sentir os sintomas do infarto, o deputado foi socorrido e levado  para o hospital Antônio Targino, mas não resistiu.

Ainda na noite de sábado, Rômulo chegou a compartilhar um vídeo em que falava sobre seu estado de saúde e agradecia à equipe médica que cuidou dele durante o tratamento da infecção urinária. No vídeo, ele revelava estar animado para retomar o trabalho legislativo no início da semana.

Rômulo Gouveia foi vice-governador no primeiro mandato de Ricardo Coutinho (Foto: Felipe Gesteira/Arquivo)

História na política

Rômulo tinha 53 anos e era administrador e bacharel em direito. Ele era servidor público e entrou na política em 1992, quando foi eleito vereador de Campina Grande. Ele também ocupou as cadeiras de presidente da Câmara, deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, vice-governador da Paraíba e atualmente era o quarto-secretário da Câmara Federal.

Filho de José Antônio de Gouveia e Berenice de Almeida Gouveia, Rômulo era casado com a pedagoga e ex-deputada estadual Eva Gouveia. Ele também era pai de quatro filhos: Robson, Lucas, Pablo e Rômulo Filho.

Luto oficial de três dias

O governador Ricardo Coutinho (PSB), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB); e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), decretaram luto oficial de três dias.

“O falecimento de Rômulo Gouveia deixa uma imensa lacuna na política do Estado e enluta os cidadãos e cidadãs de Campina Grande e de toda Paraíba”, afirma a nota divulgada pelo governo da Paraíba.

Muitos políticos lamentaram a morte de Rõmulo Gouveia (Foto: Francisco França/Arquivo)

O prefeito Romero Rodrigues disse que recebeu a notícia da morte de Rômulo com perplexidade. “Registro que Rômulo, mais do que tudo, foi um amigo muito querido, com quem aprendi muito e que nunca me faltou, em todos os bons e maus momentos que compartilhamos”, disse o gestor.

“Rômulo Gouveia foi um dos melhores e mais generosos corações que conheci. Dedicado aos amigos e eleitores como poucos, foi um exemplo de espírito público. Incansável em sua luta, sua disposição inspirava”, afirmou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que era muito ligado ao deputado federal.

“Em nossas lembranças ficarão os gestos, a gentileza, a atenção e a cordialidade dele. A morte de Rômulo Gouveia enluta a todos nós. Neste momento de dor, nos solidarizamos com familiares e amigos, rogando a Deus o conforto necessário para superar esta imensa perda”, lamentou o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB).

“Perdi um dos melhores amigos da minha vida, um grande exemplo de cidadão e de político. Uma pessoa do Bem, amado e querido por todos que o conheciam. Não foi contaminado pelas vantagens, pela frieza e pela sagacidade impostas pelo ‘meio político’. Rômulo é um exemplo de sucesso na sua luta interminável e insubstituível na bondade e na saudade”, comentou o senador Raimundo Lira, que recentemente deixou o MDB e se filiou ao PSD.

Outros partidos e políticos também se solidarizaram com a família e destacaram a importância da figura de Rômulo Gouveia para a história política da Paraíba.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.