Política

Mais de 15 mil títulos eleitorais são cancelados na Paraíba

Sem o documento, o eleitor fica impedido de exercer diversos direitos.




Eleitores que perderam o título ainda podem reverter o cancelamento para votar nas Eleições 2020. Foto: divulgação

Com o encerramento do prazo para regularização do título de eleitor na última segunda-feira (6), apenas 4,38% dos eleitores paraibana resolveram a situação com a Justiça Eleitoral. Em contrapartida, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), 15.738 tiveram o título de eleitor cancelado por não votar e não justificar ausência nas três últimas eleições. Além desses, outras quatro pessoas tiveram o título cancelados/suspensos por outros motivos, no período entre a identificação dos faltosos e o cancelamento.

O prazo para regularização foi encerrado na segunda-feira (6), mas apenas 721 pessoas procuraram a Justiça Eleitoral para quitar suas pendências. No início da convocação da Justiça Eleitoral, iniciado em fevereiro deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelou que havia 16.436 eleitores identificados como faltosos que poderiam ter o título cancelado caso não regularizassem sua situação. 

Em entrevista à TV Cabo Branco, o secretário de Tecnologia de Informação do TRE-PB, Cassimiro Júnior, explicou que tiver tido o título cancelado ainda poderá ir ao cartório para reverter o cancelamento. Os eleitores têm até maio de 2020 para refazer o documento e caso não o façam, devem aguardar novamente até o término das próximas eleições, que acontecem em outubro do próximo ano.

O eleitor com título cancelado está impedido de exercer diversos direitos, entre eles: votar, obter passaporte, tomar posse em cargo público, fazer ou renovar matrícula em instituições de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.