Política

Justiça dá prazo de 15 dias para governo nomear concursados

Juiz estabeleceu multa diária de R$ 10 mil, podendo chegar a R$ 100 mil, em caso de descumprimento. No total, 523 concursados da Polícia Civil esperam a nomeação.




A Justiça deu um prazo de 15 dias para o governador Ricardo Coutinho (PSB) nomear os 523 aprovados em concurso público realizado em 2008 para a Polícia Civil, sob pena de multa diária de R$10 mil, podendo chegar a R$100mil. A decisão, publicada na segunda-feira (12), é do juiz auxiliar da 4ª Vara da Fazenda Pública de João Pessoa, José Gutemberg Gomes Lacerda.

De acordo com o despacho, caso não cumpra a decisão, o governador Ricardo Coutinho poderá responder por crime de responsabilidade e ato de improbidade administrativa. A lista dos concluintes do curso de formação é composta por delegados, agentes de investigação, peritos médico e odonto legais, papiloscopistas, técnicos em perícia e motoristas policiais.

A decisão do magistrado foi dada em uma ação com obrigação de fazer. Os candidatos foram beneficiados com acordo firmado entre o governo do Estado e o Ministério Público da Paraíba (MPPB), nos autos de uma Ação Civil Pública movida pelo promotor de Justiça Ricardo Alexandre Almeida Lins. Todas as nomeações deveriam ter sido feitas até o dia 5 deste mês.

A reportagem do JORNAL DA PARAÍBA entrou em contato por telefone com a secretária de Estado da Administração, Livânia Farias e com o secretário de Comunicação, Luís Torres, mas não obteve êxito. O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, também foi procurado e não atendeu as ligações telefônicas.

Durante a solenidade de posse do novo secretariado, no dia 5 de janeiro, o governador Ricardo Coutinho afirmou que ainda era necessário um planejamento para comportar a despesa decorrente da nomeação dos concursado dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.