Política

Justiça anula eleição na Câmara Municipal de Gurjão e manda realizar novo pleito

Juiz Diego Garcia concede liminar a chapa derrotada que apontou fraude na forma de votação.




Eleição da Câmara Municipal de Gurjão dividiu bancadas e provocou batalha judicial

O juiz Diego Garcia Oliveira anulou a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2019-2010 da Câmara Municipal de Gurjão, no Cariri da Paraíba. Na quinta-feira (27), foi eleito para presidência o vereador Robson Cordeiro (PSC), que rompera politicamente com o prefeito Ronaldo Queiroz e teve os votos da bancada de oposição.

A chapa de situação, encabeçada pela vereadora Maria Elizete (PSB), dizia contar com apoio de 5 dos 9 vereadores, mas perdeu a eleição e decidiu questionar o pleito na Justiça. A polêmica ocorreu porque a eleição foi realizada, por meio do voto secreto. A socialista alegou que a votação deveria ser aberta.

Ao conceder a liminar, o juiz Diego Garcia Oliveira determinou que o Legislativo faça imediatamente nova eleição. Caso o atual presidente não convoque novas eleições dentro do prazo, a vereadora mais velha da casa e com mais mandatos, que no caso é Maria Elizete, assumirá a presidência. Ele ficará responsável pela convocação do novo pleito.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.