Política

João Azevêdo anuncia equipe do novo governo da Paraíba

Na lista, 23 secretários vão permanecer nas suas pastas atuais.




João Azevêdo fez anúncio ao vivo pelas redes sociais (Foto: Assessoria/PSB)

João Azevêdo fez anúncio ao vivo pelas redes sociais (Foto: Assessoria/PSB)

O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), anunciou nesta sexta-feira (7) os primeiros nomes do secretariado da nova gestão. Na lista, 23 secretários vão permanecer nas suas pastas atuais, mas há ainda casos de nomes que retornaram ao grupo e outros que foram remanejados de outros cargos.

>>> Suetoni Souto Maior: anúncio deixou de fora os nomes para pastas importantes

A proposta, disse João, é “manter a unidade de um time que jogou muito bem, sob o comando do governador Ricardo Coutinho”. “Vou cobrar com veemência que os novos contribuam com energia e os que estão sendo reconduzidos, que se reinventem e tragam o melhor de cada um”, disse, informando que os próximos nomes devem ser anunciados na próxima semana. O anúncio desta sexta-feira foi feito ao vivo pelas redes sociais.

Veja os primeiros nomes anunciados:

 

  • Administração – Livânia Farias (permanece no cargo)
  • Finanças – Amanda Araújo (permanece no cargo)
  • Planejamento – Waldson Sousa (permanece no cargo), com Fabio Maia como adjunto (permanece no cargo)
  • Receita – Marialvo Laureano (retorna à pasta), com Bruno Frade como adjunto (novo no cargo)
  • Educação – Aléssio Trindade (permanece no cargo), com Cláudio Furtado como secretário-executivo de Ciência e Tecnologia (novo no cargo) e Arthur Viana como secretário executiva de Administração de Suprimentos e Logística (permanece no cargo)
  • Saúde – Cláudia Veras (permanece no cargo), com Renata Valéria Nóbrega como adjunta e Geraldo Medeiros como secretário executivo que vai cuidar da rede de atendimento (migrou do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande)
  • Administração Penitenciária – Tenente Coronel Sérgio Fonseca (permanece no cargo)
  • Recursos Hídricos, Infraestrutura e Meio Ambiente – Deusdete Queiroga (permanece no cargo), com Virgiane Melo como executiva
  • Estado de Governo – Nonato Bandeira (foi Chefe de Gabinete na gestão e saiu durante a campanha)
  • Casa Civil – Íris Rodrigues (permanece no cargo)
  • Casa Militar – Tenente Coronel Anderson Pessoa (permanece no cargo)
  • Procuradoria Geral – Gilberto Carneiro (permanece no cargo), com Paulo Márcio como adjunto (permanece no cargo)
  • Controladoria Geral do Estado Gilmar Martins (permanece no cargo)
  • Comunicação – Luiz Torres (permanece no cargo), com Tião Lucena como adjunto (permanece no cargo)
  • Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido – Luiz Couto (novo no cargo)
  • Chefe de Gabinete – Ronaldo Guerra (permanece no cargo)
  • Turismo e Desenvolvimento Econômico – Gustavo Feliciano, com Ivan Burity (permanece no cargo) como executivo
  • Desenvolvimento Agropecuário e Pesca – Efraim Morais (migrou de secretaria, antes era do Estado e Governo)
  • Mulher e Diversidade Humana – Gilberta Soares (permanece no cargo)
  • PBPrev – Yuri Simpson (permanece no cargo)
  • Suplan – Simone Guimarães (permanece no cargo)
  • PBGás – Tatiana Domiciano (permanece no cargo)
  • Departamento de Estradas e Rodagem (DER) – Carlos Pereira (permanece no cargo)

Ao vivo, João anuncia nomes do Secretariado para 2019. Acompanhe.

Publicado por João Azevêdo em Sexta, 7 de dezembro de 2018

João Azevêdo já tinha adiantado que o atual procurador-geral  Gilberto Carneiro continuaria no cargo durante a nova gestão. Ele também é um dos nomes da equipe de transição de gestão.

Governo de continuidade

João foi eleito governador da Paraíba no primeiro turno das eleições deste ano com 1.119.758 de votos, o que equivalia a 58,12% dos votos válidos. Ele recebeu o apoio do atual governador, Ricardo Coutinho (PSB) e considera que sua gestão vai ser de continuidade. Na quinta-feira (6), ele tinha reafirmado ao blogueiro Suetoni Souto Maior que não haveria grandes mudanças na composição do governo. “É uma gestão de continuidade, então, vários nomes serão mantidos”, disse.

Ele também tinha declarado que Ricardo não faria parte do corpo de secretários, mas essa declaração aconteceu antes do segundo turno das eleições para presidente e a expectativa era de que, com uma possível eleição de Fernando Haddad (PT), o atual governador teria espaço em um ministério. Além disso, ele também planejava adequações na estrutura das secretarias.

A expectativa gerada era de que os membros da Comissão de Transição, por serem escolha de João, fossem mantidos na nova gestão. A lista inclui o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, Gilmar Martins, que coordena os trabalhos, além dos secretários Livânia Farias (Administração), Amanda Rodrigues (Finanças), Deusdete Queiroga (Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia) e Waldson de Souza (Planejamento, Orçamento e Gestão).