Política

Governo federal repassa R$ 5,7 milhões para assegurar obras do canal Acauã-Araçagi

Obra chegou a ser paralisada por falta de recursos.




Foto: José Marques/Secom-PB

Importante obra estruturante e complementar ao Projeto de Integração do Rio São Francisco, a Vertente Litorânea, mais conhecida como canal Acauã-Araçagi, que vem sendo construída pelo governo da Paraíba, recebeu um novo aporte de recursos do Governo Federal nesta terça-feira (12). Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) foram repassados R$ 5,7 milhões para assegurar a continuação da obra, que chegou a ser paralisada em setembro deste ano por falta de verba.

A última parcela depositada na conta do governo da Paraíba para a obra foi feita há quase um mês. Em outubro, o MDR destinou mais R$ 11,2 milhões para aplicar na obra. Ainda segundo o governo federal, já foram destinados R$ 36,3 milhões ao projeto em 2019.

No fim de setembro, o governador João Azevêdo (PSB) havia anunciado que as obras seriam suspensas em 15 dias, por falta de recursos para pagar dívidas com as empreiteiras que chegam a R$ 40 milhões. Logo em seguida foi dada férias coletivas aos funcionários.

O governo do estado disse que as obras foram retomadas no último dia 8 de outubro e que foram aplicados R$ 21 milhões da contrapartida do Estado, na primeira semana das férias coletivas. Os R$ 11,2 milhões, dos R$ 17 milhões que o governo federal estaria devendo, foi repassado no dia 4 de outubro, na segunda semana das férias coletivas.

Canal Acauã-Araçagi

O sistema adutor vai integrar bacias litorâneas com as águas do Eixo Leste do Projeto São Francisco disponibilizadas no Rio Paraíba, após abastecer o reservatório Epitácio Pessoa, em Boqueirão, na Paraíba. As obras são executadas pelo governo estadual com recursos da União.

Atualmente, o Lote 1 está com execução de 93,2% e o Lote 2 registra 56,3% de avanço físico. Quando concluídas, as obras irão beneficiar uma população de 630 mil habitantes, com abastecimento humano e água para irrigação e indústria.

Quando a Vertente Litorânea estiver totalmente finalizada, a expectativa é de que mais 600 mil habitantes em outras localidades da Paraíba sejam beneficiados a partir do Eixo Leste. As obras da Vertente estão organizadas em três lotes – que somam 130 quilômetros de extensão – e incluem a construção de canais, túneis, instalação de sifões e tubulação de aço, dentre outras estruturas de engenharia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.