Política

Ex-ministro do TSE assume pasta da Transparência, Fiscalização e Controle

Torquato assume o cargo deixado por Fabiano Silveira, que pediu demissão após divulgação de conversas em que ele critica a Lava Jato.



TV Brasil
TV Brasil
Além de ministro do TSE, Torquato Jardim foi presidente do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral

O Palácio do Planalto anunciou nesta quarta-feira (1º) que o advogado e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Torquato Jardim vai assumir o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Torquato assume o cargo deixado por Fabiano Silveira, que pediu demissão na segunda-feira (30). A posse está marcada para amanhã (2).

Torquato Jardim é advogado em Brasília desde 1979. Além de ministro do TSE, foi presidente do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral. É autor do livro Direito Eleitoral Positivo.

Atuou como advogado do governo brasileiro na Comissão de Empresas Transnacionais das Nações Unidas em Nova York e Genebra (1980-1981). Foi professor de Direito Constitucional na Universidade de Brasília e é conferencista sobre temas de direito constitucional, política e economia brasileiros em centros de estudos estrangeiros.

Fabiano Silveira deixou o cargo após a divulgação de conversas gravadas em que ele aparece criticando a Operação Lava Jato e dando orientações para a defesa de investigados em esquema de desvios de recursos na Petrobras, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Após a divulgação das gravações, os servidores da antiga Controladoria-Geral da União (CGU) organizaram protestos em Brasília e em frente ao Planalto, além da entrega de cargos por parte de funcionários. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.