Política

Empréstimos do governo do estado com o BID serão auditados pelo TCE

Protocolo foi assinado durante evento ‘Nordeste 2030’, em Fortaleza.   



Divulgação/TCE-PB
Divulgação/TCE-PB
protocolo foi assinado durante o evento ‘Nordeste 2030- Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável’, realizado na terça-feira (21), em Fortaleza

Os empréstimos e convênios de cooperação técnica celebrados entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o governo do estado passarão pela auditoria do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). O protocolo foi assinado durante o evento ‘Nordeste 2030- Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável’, realizado na terça-feira (21), em Fortaleza. 

Com a assinatura, o tribunal se compromete a seguir as normas de auditoria estabelecidas pela Organização Internacional de Entidades Fiscalizadoras Superiores (Intosai), além de manter profissionais capacitados para o acompanhamento dos projetos financiados por organismos multilaterais e colaboradores em geral. Na prática, o protocolo define o compromisso da instituição no sentido de fortalecer as atividades de auditoria relacionadas aos padrões exigidos pelo Banco.

“É uma satisfação para nós fecharmos uma parceria com o BID, uma organização internacional, que confia no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba para auditar os seus projetos. Com certeza essa é uma grande oportunidade para fortalecermos ainda mais as práticas de auditoria no Estado”, disse o presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima.
 
O BID tem buscado fortalecer o uso de sistemas nacionais de controle externo, bem como está trabalhando e apoiando os Tribunais de Contas Estaduais e Municipais no Brasil em seu processo de aperfeiçoamento quanto ao uso das normas e melhores práticas internacionais de auditoria.
 
Para o representante do BID no Brasil, Hugo Flórez Timorán, a assinatura do protocolo é um marco importante na consolidação da parceria que o Banco vem construindo junto aos Tribunais de Conta no Brasil. “Esta parceria agrega valor ao processo de supervisão fiduciária dos nossos projetos, além de conduzir a uma utilização mais eficiente e eficaz dos recursos, assegurando a contribuição para o desenvolvimento social e econômico do país”, afirmou.
 
O mais recente empréstimo do estado da Paraíba com o BID foi aprovado pelo Senado em maio deste ano. Os contrato de US$ 23 milhões, com garantia da União, financiarão parcialmente o Programa de Ação para o Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.