Política

Eliza Virgínia quer processar autores de pichações contra ela

Vereadora quer criminalizar grafites e "pichos" em prédios de João Pessoa.




Autora de um projeto de lei que criminaliza grafitagem e pichações em patrimônios públicos e privados João Pessoa, a vereador Eliza Virgínia (PSDB) foi alvo de protestos de grupos de pichadores que estamparam no muro da escola Lions Tambaú, no bairro dos Bancários, a inscrição “Chora, Eliza Virgínia”. As pichações causaram indignação da tucana, que fez um desabado em seu perfil no Instagram e por isso foi alvo de mais críticas.

A vereadora disse, nesta terça-feira (11), que recebeu inúmeras agressões e ameaças e que deve recorrer à Justiça para punir quem desferiu ofensas contra a pessoa. "Irei, inclusive, na Delegacia da Mulher porque algumas ofensas são machistas. Estamos identificando para irmos à Justiça", antecipou. 

Na postagem, Eliza Virgínia questiona se a pichação pode ser entendida como arte de rua e liberdade de expressão. “Bem, eu não entendo assim, pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome, mas porque trata-se de depredação do patrimônio público”, repudia. 

Eliza ainda alega que o projeto apresentado por ela na Câmara Municipal da capital foi criado com o intuito de inibir esse tipo de contravenção e pede o apoio da população. Segundo a vereadora, ela apoia a arte de rua, mas não a pichação. “Não apoiamos sujar nossa cidade!", encerra. 

 

É isso que podemos entender como arte de rua e liberdade de expressão? Bem , eu não entendo assim , pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome , mas porque trata-se de depredação do patrimônio público. Até quando teremos que pagar por isso? A restauração dessa degradação sai do bolso do contribuinte – NOSSO BOLSO. O nosso projeto de lei foi criado como intuito inibir esse tipo de contravenção. Apoie essa ideia ! Apoiamos a arte de rua sim, mas não apoiamos pichação; não apoiamos sujar nossa cidade! Não apoiamos contravenção! #pichanão #cmjp @luciano_cartaxo @maisacartaxo @cmjp

 

 

É isso que podemos entender como arte de rua e liberdade de expressão? Bem , eu não entendo assim , pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome , mas porque trata-se de depredação do patrimônio público. Até quando teremos que pagar por isso? A restauração dessa degradação sai do bolso do contribuinte – NOSSO BOLSO. O nosso projeto de lei foi criado como intuito inibir esse tipo de contravenção. Apoie essa ideia ! Apoiamos a arte de rua sim, mas não apoiamos pichação; não apoiamos sujar nossa cidade! Não apoiamos contravenção! #pichanão #cmjp @luciano_cartaxo @maisacartaxo @cmjp

 

 

É isso que podemos entender como arte de rua e liberdade de expressão? Bem , eu não entendo assim , pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome , mas porque trata-se de depredação do patrimônio público. Até quando teremos que pagar por isso? A restauração dessa degradação sai do bolso do contribuinte – NOSSO BOLSO. O nosso projeto de lei foi criado como intuito inibir esse tipo de contravenção. Apoie essa ideia ! Apoiamos a arte de rua sim, mas não apoiamos pichação; não apoiamos sujar nossa cidade! Não apoiamos contravenção! #pichanão #cmjp @luciano_cartaxo @maisacartaxo @cmjp

 

É isso que podemos entender como arte de rua e liberdade de expressão? Bem , eu não entendo assim , pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome , mas porque trata-se de depredação do patrimônio público. Até quando teremos que pagar por isso? A restauração dessa degradação sai do bolso do contribuinte – NOSSO BOLSO. O nosso projeto de lei foi criado como intuito inibir esse tipo de contravenção. Apoie essa ideia ! Apoiamos a arte de rua sim, mas não apoiamos pichação; não apoiamos sujar nossa cidade! Não apoiamos contravenção! #pichanão #cmjp @luciano_cartaxo @maisacartaxo @cmjp

É isso que podemos entender como arte de rua e liberdade de expressão? Bem , eu não entendo assim , pra mim é contravenção. Não porque trata-se de uma tentativa de denegrir o meu nome , mas porque trata-se de depredação do patrimônio público. Até quando teremos que pagar por isso? A restauração dessa degradação sai do bolso do contribuinte – NOSSO BOLSO. O nosso projeto de lei foi criado como intuito inibir esse tipo de contravenção. Apoie essa ideia ! Apoiamos a arte de rua sim, mas não apoiamos pichação; não apoiamos sujar nossa cidade! Não apoiamos contravenção! #pichanão #cmjp @luciano_cartaxo @maisacartaxo @cmjp

Uma publicação compartilhada por Eliza Virgínia (@elizavirginia) em

 

Entenda o caso

A insatisfação de grupos de pichadores e grafiteiros teve início quando a vereadora Eliza Virgínia apresentou o projeto de lei que imputa multa de R$ 6,5 mil a R$ 50 mil, para quem pichar, grafitar sem prévia autorização da Secretaria de Meio Ambiente do município. Mais conhecido como “Picha não”, o projeto teria sido inspirado no prefeito de São Paulo, João Dória, que retirou diversos grafites e pichações das avenidas da cidade ao assumir o governo, no início deste ano. 

>>> Eliza rejeita pressão para derrubar “Picha Não” e diz que projeto “não é de todo inútil”

A proposta foi alvo de protestos na Casa de grupos de pichadores e motivo de bate-boca entre Eliza Virgínia e a vereadora Sandra Marrocos (PSB), que encabeça o apoio aos manifestantes na Câmara.  

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.