Política

Convidado por três partidos, Veneziano marca data para definir futuro político

Deputado diz que doação de R$ 1,5 mi não é prioridade para segurá-lo no MDB.




Veneziano Vital do Rego

Veneziano anuncia no dia 6 de abril decide se vai ficar no MDB ou se ingressa em outro partido

A decisão do Diretório Nacional do MDB de doar R$ 1,5 milhão para a campanha dos deputados federais e a articulação do senador José Maranhão em busca de siglas para alianças e novas filiações não garantem a permanência do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (MDB) na legenda.

“A prioridade não é o recurso (R$ 1,5 milhão) para a campanha, mas as alianças partidárias que possam garantir aos deputados federais e deputados estaduais às condições para que sejam eleitos”, explicou Veneziano nesta segunda-feira (26).

Se o MDB não conseguir até março estas condições, Veneziano pode deixar o partido. Ele já recebeu convites: PSB, DEM e Podemos. As legendas são base do governador Ricardo Coutinho e do pré-candidato ao governo, o secretário João Azevedo (PSB).

Diante deste quadro, Veneziano marcou para 6 de abril a data em que anunciará seu futuro político: se fica no MDB ou vai se filiar a outro partido. No dia seguinte, 7 de abril, termina o prazo para troca de partido para quem vai concorrer a um cargo nas eleições de 7 de outubro do corrente ano.

Além de Veneziano, ainda não decidiram se ficam no MDB os deputados federais André Amaral e Hugo Motta.

Possíveis aliados

Na reunião, com os parlamentares em sua residência no último final de semana, José Maranhão reafirmou a pré-candidatura ao Palácio da Redenção e revelou que PSC, PR e Solidariedade podem se coligar com MDB com vistas ao pleito majoritário e proporcional.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.