Cultura

Concurso de vídeos '1 Minuto Contra a Corrupção' encerra inscrições na sexta

Os três melhores vídeos vão ser exibidos no FestAruanda, em dezembro.




Cena de Gênese, vídeo vencedor do concurso em 2017 (Foto: Márcio Lins/Reprodução)

Cena de Gênese, vídeo vencedor do concurso em 2017 (Foto: Márcio Lins/Reprodução)

Termina na sexta-feira (23) o prazo de inscrição no concurso de vídeos ‘1 Minuto Contra a Corrupção’. Podem ser inscritos vídeos de um minuto produzidos com telefone celular e enfocando a temática da prevenção e combate à corrupção. Os interessados devem fazer suas inscrições no site do projeto.

Podem ser inscrever criadores com pelo menos 15 anos e o edital contempla vídeos de todos os gêneros, com tolerância máxima de 10 segundos a mais ou a menos. Os três melhores vídeos vão ser exibidos no FestAruanda do Audiovisual Brasileiro, festival de cinema nacional que começa dia 6 de dezembro em João Pessoa. Além disso, os autores também vão receber um notebook e um certificado de premiação. O resultado final deve ser divulgado no dia 3 de dezembro.

O tema do concurso faz alusão ao Dia Internacional Contra à Corrupção, celebrado no dia 9 de dezembro e o objetivo é envolver a comunidade na divulgação de ações de prevenção e combate à corrupção.

Vencedores de 2017

Os vídeos vencedores do concurso no ano passado foram produzidos por Apollo Costa, Jéssica de Sales e Márcio Lins.

No vídeo ‘Cimento’, Apollo Costa mostra um personagem que usa a palavra cimento como uma forma discreta de cobrar propina. Veja o vídeo abaixo.

Já em ‘Corrupção cotidiana’, Jéssica Sales mostra um personagem revoltado com a corrupção entre os políticos, mas que usa aplicativos de trânsito para monitorar blitz enquanto bebe, mesmo dirigindo.

E em ‘Gênese’, Márcio Lins apresenta um diálogo entre um senhor e seu ex-escravo, que é convencido a trabalhar em condições semelhantes à escravidão.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.