Política

Caravana da Oposição vai cobrar melhorias no Hospital Santa Isabel

Vereadores vistoriaram a unidade, administrada pela prefeitura de João Pessoa. 



Rizemberg Felipe
Rizemberg Felipe

Equipamentos de hemodinâmica encaixotados e ausência de medicamentos foram algumas das irregularidades detectadas pelos vereadores da oposição durante visita ao Hospital Santa Isabel, em João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (22). A unidade, especializada no atendimento de pacientes com cardiopatias, é administrada pela prefeitura do município. O líder da bancada oposicionista, Bruno Farias (PPS), disse que vai cobrar respostas da secretaria municipal de saúde para solucionar os problemas.

A visita foi incluída na Caravana da Oposição após denúncias de que máquinas para o tratamento de hemodiálise, comprados desde o ano passado não estão funcionando e de que a Área Amarela estaria desativada. “Também constamos que um medicamento chamado trombolítico está em falta, de modo que revela a gravidade para os cardiopatas agudos”, comentou o líder da oposição. 

Para Bruno Farias, se um paciente na cidade de João Pessoa não tiver plano de saúde e sofrer um infarto está numa situação muito delicada, porque não terá acesso ao equipamento de hemodinâmica, necessário para o procedimento de angioplastia, nem terá acesso a alternativa secundária que é o uso do medicamento trombolítico, que custa em torno de R$ 5 mil a unidade. 

O líder da base de apoio ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD), Helton Renê (PcdoB), disse que falou com o secretário municipal de saúde, Adalberto Fulgêncio, ainda nesta manhã para tratar das denúncias da oposição. 

Segundo Renê, as denúncias não são razoávei. Ele acusou a oposição de fazer alarde com a situação sem consultar. “É a caravana da meia verdade. Antes deveriam ter ido à secretaria de saúde para entender. Disseram que a UTI estava fechada, mas ela está funcionando e, inclusive com mais da metade de pacientes de fora de João Pessoa, fora da pactuação, sem o devido repasse do município de origem”, afirmou. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.