Política

Câmara rejeita pedido de cassação de vereador que publicou vídeo se masturbando

Processo foi analisando na noite desta terça-feira (26).




O pedido de cassação contra o mandato do vereador de Montadas, Sebastião da Costa Silva (PSB) foi rejeitado na noite de terça-feira (26) por cinco votos contrários e três favoráveis dos oito vereadores que analisaram a continuidade do processo. O parlamentar tornou-se ao alvo do pedido após aparecer em um vídeo se masturbando dentro de uma escola pública.

A votação do processo foi feita durante sessão extraordinária convocada pela Mesa Diretora da Câmara Municipal. O pedido analisado pelos vereadores foi apresentado pelo suplente de Sebastião, Michel Platini (PSB). Ele alegava a quebra de decoro parlamentar. O vídeo do parlamentar se masturbando foi postado de forma pública no perfil do Facebook, no dia 19 de dezembro.

Vereador diz que não sabe como aconteceu

Na imagem, Sebastião da Costa aparece se masturbando em uma sala da Escola Estadual Maria José de Sousa, na cidade de Montadas. O vídeo teve dura cerca de 30 segundos e viralizou em outras redes sociais, mesmo depois da original ser apagada. O vereador alvo do pedido de cassação disse que não sabe como postou o vídeo. Ele acredita que tenha ocorrido um toque indevido no ‘touch screen’ da tela do celular dele, onde fica logada a rede social.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.