Política

Bolsonaro confirma que vai liberar saques de contas ativas de FGTS

Presidente disse que a iniciativa tem o objetivo dar uma “pequena injeção na economia”. 




Anúncio de Bolsonaro já havia sido dito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Antônio Cruz/AGBR

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quarta-feira (17), na Argentina, que deve anunciar ainda nesta semana detalhes sobre a proposta de liberação de saques de contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep. O presidente da República afirmou que a iniciativa tem como objetivo dar uma “pequena injeção na economia”.  A declaração foi dada em uma entrevista coletiva concedida na cidade argentina de Santa Fé, onde participou da 54ª cúpula de chefes de Estado do Mercosul.

Na véspera, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou em entrevista à GloboNews, na Argentina, a liberação dos saques do FGTS e do PIS-Pasep para tentar reaquecer a economia com a injeção de R$ 63 bilhões no mercado. Na ocasião, Guedes disse que o objetivo do governo federal é liberar R$ 42 bilhões com os saques do FGTS e outros R$ 21 bilhões com os do PIS-Pasep.

O PIS é um abono pago aos trabalhadores da iniciativa privada administrado pela Caixa Econômica Federal. O Pasep é pago a servidores públicos por meio do Banco do Brasil.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.