Eleições 2018

Bancada federal da Paraíba inicia campanha com um terço de renovação garantida

De desistência a mudança de Casa, saiba porque haverá mudanças




Bancada federal da Paraíba tem renovação garantida de pelo menos um terço nas Eleições 2018. Foto: Lula Marques/AGPT

Antes mesmo da decisão do eleitorado nas urnas, no próximo dia 7 de outubro, a bancada federal paraibana terá a garantia de renovação de um terço das vagas, em relação às Eleições 2014. Mesmo percentual de 33,3% também na referência com a atual bancada, apenas com algumas mudanças de nomes na Câmara e no Senado Federal.

Para o Senado, das duas vagas abertas para as eleições deste ano, apenas Cássio Cunha Lima (PSDB) vai tentar a reeleição. A segunda vaga ao Senado, a qual poderia concorrer à reeleição o senador Raimundo Lira (PSD), está em aberto, uma vez que ele desistiu da disputa por questões pessoais. O parlamentar, no entanto, não foi eleito em 2014. Ele assumiu a vaga no lugar de Vital do Rego que foi nomeado para ministro do Tribunal de Contas da União (TCU).

Na Câmara Federal a renovação deve ser ainda maior. Pelo menos dois parlamentares vão substituir a reeleição para disputar ao Senado. O deputado Veneziano, que foi eleito pelo MDB e mudou de legenda ao longo do mandato, vai concorrer na chapa encabeçada por João Azevedo (PSB) ao governo da Paraíba ao lado do deputado Luiz Couto (PT). Após semanas de indefinição de aliança, o petista também vai disputar ao Senado na chapa socialista.

Outra mudança, quanto às Eleições 2014, será em relação ao vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PSC). Ele tentou acumular o cargo no Executivo com o de deputado federal, após as Eleições 2016, mas pela inviabilidade acabou entregando a vaga para o suplente André Amaral (Pros). O diferencial deste caso é que nas eleições deste ano ele tentará voltar à Câmara dos Deputados.

Questões familiares

Dos doze parlamentares que atualmente compõem a bancada paraibana, além de Veneziano e Luiz Couto, outros dois também estão de fora da disputa, mas por questões familiares. O deputado Wilson Filho (PTB), dos eleitos o quarto menos votado nas Eleições 2014, nas eleições deste ano vai concorrer ao cargo de deputado estadual. O espólio do mandato deve ser devolvido ao pai, o ex-senador Wilson Santiago (PTB), que concorre a uma vaga na Câmara dos Deputados.

Assim como Wilson Filho, o deputado Marcondes Gadelha (PSC) também está fora da disputa por motivos familiares. Suplente do deputado Rômulo Gouveia (PSD), ele assumiu na Câmara Federal em maio deste ano, após o falecimento do titular da cadeira. Presidente estadual do PSC, Marcondes Gadelha abriu mão da reeleição em prol da candidatura do seu filho, o ex-deputado Leonardo Gadelha (PSC).

 

Confira o que muda:

 

Eleitos em 2014

Composição atual

CÂMARA FEDERAL

Aguinaldo Ribeiro

Aguinaldo Ribeiro

Manoel Junior

André Amaral

Benjamin Maranhão

Benjamin Maranhão

Damião Feliciano

Damião Feliciano

Efraim Morais

Efraim Morais

Hugo Motta

Hugo Motta

Luiz Couto

Luiz Couto*

Rômulo Gouveia*

Marcondes Gadelha*

Pedro Cunha Lima

Pedro Cunha Lima

Veneziano*

Veneziano*

Wellington Roberto

Wellington Roberto

Wilson Filho*

Wilson Filho*

SENADO FEDERAL

José Maranhão*

José Maranhão*

Cássio Cunha Lima

Cássio Cunha Lima

Vital do Rêgo*

Raimundo Lira*

* Em negrito as vagas que serão substituídas nas Eleições 2018


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.