Política

100 dias de mandato: Julian Lemos apresentou mais projetos e Frei Anastácio foi o mais faltoso

Deputados federais da Paraíba tiveram performance distintas na Câmara.




Os deputados Julian Lemos (esq.) e Frei Anastácio estão em primeiro mandato na Câmara Federal. Foto: Divulgação

A nova bancada federal da Paraíba na Câmara dos Deputados completam neste sábado (10) o total de 100 dias mandato com atuação dicotômica entre os seus integrantes. Além do volume de apresentação de projetos nesse período destoar entre novatos e veteranos no parlamento federal, há também diferenças quanto à assiduidade deles nas sessões plenárias.

Conforme disponibilizado no portal da transparência da Câmara Federal, apenas cinco dos doze deputados federais estão cumprindo o papel de comparecerem às sessão plenárias. Os deputados Damião Feliciano (PDT), Efraim Filho (DEM), Gervásio Maia (PSB), Pedro Cunha Lima (PSDB) e Wilson Santiago (PTB) foram os únicos que não deixaram de participar de nenhuma das 27 sessões deliberativas que foram realizadas pela Casa nesses 100 dias de mandato.

Na outra ponta, no entanto, o deputado novato Frei Anastácio (PT) teve o pior resultado no “quesito presença”. Ele faltou a quatro sessões sem apresentar justificativa para ausência. O que chama a atenção é que o petista conquistou o espólio eleitoral do correligionário Luiz Couto (PT), que sempre obteve destaque na mídia nacional por nunca faltar às sessões.

Na vice-liderança está Aguinaldo Ribeiro (PP), que faltou por duas vezes sem apresentar justificativa de ausência, seguido por Edna Henrique (PSDB), Hugo Motta (PRB), Julian Lemos (PSL), Ruy Carneiro (PSDB) e Wellington Roberto (PTB), que faltaram uma vez sem justificativa.

Projetos vazios

Com relação à apresentação de projetos, os novatos acabaram se sobressaindo nesses 100 primeiros dias de mandato na Câmara Federal. Bom destacar que o levantamento feito através do site da Transparência da Casa levou em conta apenas as proposições apresentadas este ano, já que metade deles estão em primeiro mandato.

Pela primeira vez no parlamento, Julian Lemos largou na dianteira com a propositura de 90 projetos, sendo que 87 ainda seguem tramitando na Casa. Desse total, no entanto, 72 são apenas propostas de indicação a órgãos do Executivo. Na lista de projetos há apenas 12 projetos de lei e um projeto de lei complementar, que tenta alterar a lei que trata da organização da Defensoria Pública da União, do Distrito Federal e dos Territórios.

Outra novata, a deputada Edna Henriques também apresentou um volume alto de projetos, quando se considera o total global. Foram 66 propostas, sendo que no caso da tucana a maioria são projetos de lei: 40 no total. A lista dela se completa com 11 indicações e dois requerimentos de informação.

O pior rendimento obteve Wilson Santiago que apresentou apenas quatro propostas nestes 100 dias. Para piorar, apenas três estão tramitando e delas apenas uma é projeto de lei. As demais são um voto em separado de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), a 06/2019, e o cômputo pelo sistema de uma “Emenda em Plenário”.

 

Confira a performance dos deputados federais da Paraíba:

 

Deputado Projetos apresentadosAusências justificadas Ausências não justificadas
Aguinaldo Ribeiro (PP)552
Damião Feliciano (PDT)900
Edna Henrique (PSDB)6281
Efraim Filho (DEM)1800
Frei Anastácio (PT) 4004
Gervásio Maia (PSB)600
Hugo Motta (PRB) 711
Julian Lemos (PSL)9001
Pedro Cunha Lima (PSDB) 1400
Ruy Carneiro (PSDB) 711
Wellington Roberto (PR)2121
Wilson Santiago (PTB)400


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.