Policial

Sem segurança, escola é arrombada pela segunda vez esta semana em CG

Na madrugada desta quinta-feira (30), bandidos arrombaram cinco salas e levaram três televisores e três aparelhos de DVD. 



Leonardo Silva
Leonardo Silva
Além de furtarem os objetos eletrônicos, os bandidos levaram todas as chaves da escola e as aulas foram suspensas.

Pela segunda vez em menos de cinco dias a escola municipal Nenzinha Cunha Lima, localizada no bairro do José Pinheiro foi atacada por marginais. Na madrugada desta quinta-feira (30), bandidos arrombaram cinco salas e levaram três televisores e três aparelhos de DVD. No último domingo (26) bandidos já havia furtado outra televisão DVD. Ao todo a escola já sofreu cinco arrombamentos e desde o final do ano passado está sem equipamentos de segurança. 

De acordo com a diretora Maria de Lurdes, o furto foi percebido na manhã desta quinta-feira (30) quando os funcionários chegaram para trabalhar e encontraram as grades das salas arrancadas. Além de furtarem os objetos eletrônicos, os bandidos levaram todas as chaves da escola e as aulas foram suspensas. “Os alunos ficaram quase uma hora em frente à escola e depois foram informados para irem para casa, pois não tem como haver aula”, disse ela. 
 
A previsão é que as atividades voltem ao normal na próxima segunda-feira (3), depois que os danos forem reparados. Hoje (30) pela manhã,  peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC) estiveram no local e confirmaram que os bandidos pularam o muro e usaram barras de ferro para arrombar as grades e cadeados. 
 
Falta de equipamentos de segurança
 
Em nota, a Secretaria de Educação do município informou que a empresa que fazia a segurança da escola rescindiu o contrato e está em andamento um processo de licitação para aderir novas câmeras, cercas elétricas e alarmes. Sobre a escola Nenzinha Cunha Lima, a secretaria diz que a instituição tem vigilantes 24 horas e vai apurar o que aconteceu no momento do furto. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.