Policial

Prisão temporária do acusado de matar Aryane termina nesta quinta

egundo a família da estudante Varandas já teria entrado em contato com os parentes da vítima e que havia confessado que iria solicitar a prisão preventiva de Luís Neto.



Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Da Redação

O prazo da prisão temporária do estudante Luís Paes de Araújo Neto, acusado de matar Aryane Thaís Carneiro, termina nesta quinta-feira (17), segundo o promotor do caso Alexandre Varandas.Promotor falou ao Paraíba1 que ainda não se decidiu se irá pedir a prisão preventiva do estudante ou se o mesmo aguardará o julgamento em liberdade.

A respeito da exumação do corpo da estudante, o promotor afirmou que ainda não tomou conhecimento e que não tem previsão de quando o resultado sairá. Já o diretor do Instituto de Polícia Científica (IPC), Antônio Toscano o resultado deve sair até a próxima sexta-feira (18).

Segundo a família da estudante Varandas já teria entrado em contato com os parentes da vítima e que havia confessado que iria solicitar a prisão preventiva de Luís Neto. “Acreditamos na justiça e esperamos que o caso seja julgado o mais rápido possível”, disse Talita Carneiro, irmã da vítima.

A família de Aryane Thaís está confiante e espera que o juiz Marcos William acate o pedido da promotoria para que Luiz Paes Neto (foto) não seja posto em liberdade, por temer que ele atrapalhe o curso do processo. "Confiamos em Deus e na justiça da Paraíba, que será sábia e justa", concluiu Talita.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.