Policial

Polícia registra três assassinatos

Vítimas foram assassinadas a tiros em menos de 24 horas; Polícia investiga possível relação com tráfico de drogas.




Três pessoas foram assassinadas a tiros em menos de 24 horas na Região Metropolitana de João Pessoa. A polícia suspeita que os crimes tenham sido motivados pelo envolvimento das vítimas com o tráfico de drogas.

Somente no final da noite da última quarta-feira foram registrados dois homicídios pela polícia. Um dos assassinatos aconteceu na comunidade ‘Riachinho’, no bairro Treze de Maio, na capital. A vítima
foi Yan Leal de Lucena Rocha, de 18 anos, executado a tiros após sair de casa com dois amigos.

Moradores do local revelaram à polícia que a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e pequenos furtos. A Delegacia de Homicídios investiga se o assassinato foi motivado pelo envolvimento da vítima com crimes.

Já na cidade de Alhandra, no Litoral Norte do Estado, Carlos Antônio da Silva, de 29 anos, foi assassinado também a tiros dentro de sua própria casa, localizada no loteamento Belo Jardim. De acordo com informações da delegacia do município, o crime aconteceu por volta das 23h e foi
praticado por três homens que estavam encapuzados. O homem não teve tempo para reagir e foi surpreendido pelos bandidos enquanto dormia.

Conforme a Polícia Civil, Carlos Antônio era ex-presidiário e havia cumprido pena por tentativa de homicídio, além de estar envolvido com o tráfico de drogas na cidade. No momento do homicídio várias pessoas estavam na residência, mas não repassaram informações à polícia.

Em Santa Rita, um homem foi assassinado por volta de 1h da madrugada de ontem. Segundo informações do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), o corpo de Rodrigo Adelino de Souza, de 18 anos, estava ao lado de um depósito de materiais de construções, no bairro Tibiri II, com cerca de quatro tiros na região da cabeça. Os moradores relataram à polícia que ouviram os disparos, mas por causa da escuridão no local, não conseguiram visualizar a vítima.

O corpo da vítima só foi encontrado no início da manhã e levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), na capital. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios de Santa Rita.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.