Policial

Polícia confirma morte no Presídio do Roger; detento foi asfixiado

Anatan da Silva Claudino foi asfixiado com o uso de um lençol no final da manhã da quinta-feira (28). Colega se vingou porque vítima teria matado seu filho e ferido sua esposa.




Da Redação
Com Secom-PB

A Polícia Civil está investigando o assassinato do detento Anatan da Silva Claudino, asfixiado com o uso de um lençol no final da manhã da quinta-feira (28) na Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o presídio do Roger, em João Pessoa.

O acusado de ter cometido o crime é o detento José Vital Cosme da Silva, que teria matado por vingança. A vítima é suspeita de ter matado o filho e ferido a esposa de José Vital.

A Polícia Civil, a Perícia Técnica e a Gerência de Medicina Legal (Gemol) foram acionados. José Vital Cosme da Silva responde a processo por porte ilegal de arma e agora será indiciado também por homicídio.

O chefe da Gerência do Sistema Penitenciário, coronel Claúdio Nascimento, recebeu orientações do secretário Estadual de Administração Penitenciária Harrison Targino para acompanhar o inquérito e reforçar o policiamento no presídio.

"Assim que soubemos do fato acionamos as autoridades competentes e acompanharemos as investigações", afirmou o coronel.

Ocorrências no presídio

No mês de abril, um detento foi espancado dentro do presídio e chegou a ser internado no Hospital de Emergência e Trauma. Ainda neste ano, agentes penitenciários encontraram um túnel, um preso fugiu usando o nome do irmão e policiais da Tropa do Choque precisaram conter princípios de rebelições.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.