Policial

Operação terá blitz noturna nos bairros

Principal novidade é que a operação irá trabalhar de forma mais acentuada à noite nas comunidades onde há maior insegurança.




O Comando do Policiamento da Região 1 (CPR1) lançou ontem a operação ‘Cidade Segura II’, na Praça da Bandeira, em Campina Grande. O objetivo é intensificar o combate que já vinha sendo efetuado contra o tráfico de drogas, além de abordagens visando a apreensão de armas e recaptura de pessoas com mandado de prisão em aberto.

A principal novidade é que a operação irá trabalhar de forma mais acentuada à noite nas comunidades onde há maior insegurança.

Segundo estatística levantada pelo 2º Batalhão da Polícia Militar, em média 150 motociclistas, 50 motoristas e 30 transeuntes serão abordados por dia, durante as atividades desempenhadas pelo efetivo da operação ‘Cidade Segura’, que contará com 70 policiais distribuídos em Campina Grande.

O mapeamento policial indica que a maior atuação será nos bairros do Jeremias, Conceição, Palmeira, José Pinheiro, Araxá, Bodocongó, Malvinas, Conjunto dos Professores, Pedregal, Ramadinha, Mutirão e Glória.

A intenção da polícia é atuar levando segurança através de um trabalho de prevenção e repressão, tirando das ruas principalmente potenciais homicidas e traficantes.

De acordo com o tenente-coronel Souza Neto, a maior parte das ações policiais será realizada no período da noite e também à tarde, quando há maior foco de criminalidade. “O objetivo é levar um patrulhamento maior nos bairros e a diminuição dos índices criminais”, disse o comandante do 2º BPM. A operação é uma continuidade da ‘Cidade Segura’ iniciada em janeiro deste ano.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.