Policial

Noite tem três homicídios em seis horas somente em Santa Rita

Familiares foram vítimas de agressões em horários diferentes mas no mesmo bairro, em Várzea Nova, Santa Rita.




Da Redação
Com informações de Marcela Duque, da TV Cabo Branco

A noite do sábado (25) foi marcada pela violência no município de Santa Rita. De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), ocorreram três assassinatos em menos de seis horas e uma tentativa de homicídio. Casos em horários diferentes vitimaram dois familiares no bairro de Várzea Nova.

Segundo informações do Ciop, a primeira ocorrência foi registrada por volta das 20h em Várzea Nova. Damião Felício, de 52 anos, teria se envolvido em uma briga com um homem conhecido como Zuza na rua das Pedras, próximo ao bar Brizola. Testemunhas contaram que ele teria disparado tiros contra Zuza, mas não conseguiu atingi-lo. Este último acabou revidando e agrediu Damião com um golpe de facão na cabeça.

Mesmo com a gravidade dos ferimentos, Damião sobreviveu e foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma, em João Pessoa, onde passou por cirurgia. De acordo com o hospital, ele está internado na unidade de recuperação em observação médica. O caso da vítima requer cuidados, já que pancada atingiu a cabeça.

Mais tarde, por volta da 0h30, o sobrinho de Damião foi assassinado. A polícia ainda não tem mais detalhes sobre o crime, mas informou que Ronaldo Silva Felício, de 29 anos, foi morto na rua João Gomes Vieira, também em Várzea Nova. Ele chegou a ser levado para o Hospital de Trauma, mas não resistiu e morreu no caminho. A polícia ainda não sabe se os crimes têm relação. As investigações serão conduzidas pela 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita.

Ainda no mesmo município, um taxista foi vítima de espancamento e acabou morrendo e um jovem de 20 anos foi executado. Segundo informações da 5ª Delegacia Distrital, por volta das 2h30 deste domingo (26), Ismael Carlos da Silva Santos, foi morto a tiros por quatro homens que o abordaram em duas motocicletas de cor vermelha. A polícia ainda não tem pistas dos autores do crime.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.