Policial

Homem é preso na Paraíba acusado de matar ex-namorada em São Paulo

Borracheiro Divanildo Eufrásio Pereira, de 35 anos, foi preso no final da noite de sábado no município paraibano de Juru e transferido na manhã de hoje para Patos.




Phelipe Caldas
Com informações da produção da TV Cabo Branco

O borracheiro Divanildo Eufrásio Pereira, de 35 anos, foi preso no final da noite deste sábado (24) no município paraibano de Juru e transferido na manhã de hoje para Patos. Ele é procurado pela polícia de São Paulo acusado de assassinar no dia 7 de março deste ano a ex-namorada Marta Gomes dos Santos, de 39 anos.

Marta era cabeleireira e morava no município paulista de Sorocaba. Já tinha sofrido ameaças e agressões por parte de Divanildo e já tinha registrado dois boletins de ocorrência contra ele. E em sete de março foi assassinada.

O corpo da mulher foi encontrado na garagem da casa onde morava, no Parque Vitória Régia, com um tiro na cabeça. Divanildo foi apontado como o principal suspeito do crime, mas estava foragido desde então.

Ele morava no interior paulista, mas é paraibano. Após a expedição do mandado de prisão contra ele, portanto, Divanildo fez o caminho de volta para a sua cidade natal, Juru, onde tinha chegado quatro dias atrás.

A polícia o prendeu no momento em que ele dirigia um carro, apresentando sinais de embriaguez. Segundo o comandante Douglas Ferreira, o homem vai ficar no Presídio Regional de Patos à disposição da justiça.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.