Policial

Homem é morto com tiro no abdômen por policial militar durante abordagem

Segundo testemunhas, a vítima estava à caminho de uma farmácia quando foi abordada por dois policiais que, em seguida, dispararam um tiro contra ele




Tácio Pereira veio a óbito após ser baleado por PM, no bairro da Palmeira, em Campina Grande. / Foto: Arquivo Pessoal

Um vigilante de 27 anos de idade foi morto durante uma abordagem de rotina da Polícia Militar, na manhã deste sábado (14), em Campina Grande. De acordo com a PM, a vítima, Tácio Pereira de Lima, teria sido baleada por um dos dois policiais militares que estavam na abordagem. O vigilante chegou a ser socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito ainda à caminho da unidade hospitalar.

A abordagem da polícia teria acontecido às 9h, e após o crime, os policiais teriam deixado o corpo no local. De acordo com a PM, os agentes que realizaram a abordagem à Tácio, foram encaminhados à Central de Polícia Civil de Campina Grande para esclarecimento do caso. O corpo da vítima foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

Moradores realizaram protesto frente ao crime ocorrido neste sábado (14). / Foto: Érica Ribeiro – G1

Por volta das 12h, moradores do bairro realizaram um protesto em frente ao prédio da TV Paraíba, que fica próximo ao local onde ocorreu o crime. Os moradores queimaram pneus, colchões e outros objetos, e impediram o tráfego de veículos na via. em protesto ao assassinato. De acordo com relatos das testemunhas, a vítima teria reagido à abordagem policial.

“Eu era vizinha desse rapaz, ele era um menino bom, educado, trabalhador, tinha uma filhinha. Ia comprar uma medicação quando a polícia abordou ele, aí ele foi tirar um documento do bolso, ele pensaram que ele tava armado e deram um tiro nele. Nós estamos aqui fazendo protesto porque ele era um menino direito, um pai de família”, disse Mônica Moura, vizinha da vítima.

A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada após a chegada da PM, mas até às 15h deste sábado (14), o fogo não foi controlado e os agentes da PM permanecem no local.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.