Policial

Estudante é morto dentro de sala de aula em escola no Agreste

Crime aconteceu em São Sebastião de lagoa de Roça. Segundo a polícia, dois homens encapuzados pularam o muro da escola e cometeram o assassinato. 




Um jovem identificado como Lucas Jorge Ferreira, 18 anos, foi morto a tiros na noite da quarta-feira (9) dentro de uma sala de aula da Escola Estadual Monsenhor José Borges, localizada no município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste do Estado. Segundo informações da Polícia Civil, testemunhas informaram que dois homens invadiram a escola e atiraram contra a vítima, que estava assistindo à aula.

De acordo com o Centro integrado de Operações Policiais (Ciop), o crime foi registrado por volta das 20h49, quando dois homens encapuzados pularam o portão lateral da escola e se dirigiram direto para a sala onde o jovem estava estudando. Ao chegar na sala, a dupla efetuou cerca de 14 disparos com arma de fogo contra a vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. “Ao que parece, o crime foi uma execução, visto que os bandidos chegaram e foram direto até a vítima”, explicou o delegado responsável pela ocorrência, Victor Melo. 

Cerca de 14 cápsulas de munição ponto 40 foram encontradas pela polícia no interior da sala. Ainda, segundo informações da Polícia Civil, não se pode afirmar quantos disparos atingiram a vítima. A família informou à polícia que o rapaz tinha antecedentes criminais. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande para ser realizada a perícia. 

Familiares de Lucas contaram ao JORNAL DA PARAÍBA que ele cumpria uma pena alternativa por ter sido flagrado com uma arma, quando tinha 16 anos. Disseram também que ele não sofria nenhum tipo de ameça e que não tinha conhecimento do envolvimento dele com drogas. O jovem trabalhava fazendo ‘bicos’ como servente de pedreiro.
 

As aulas na Escola Monsenhor José Borges foram suspensas nesta quinta-feira (10). O diretor da instituição e os funcionários não quiseram falar sobre o crime.
 

A polícia realizou diligências no local para identificar e prender os suspeitos mas ninguém foi preso. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Esperança.

(Atualizada às 10h42)
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.