Policial

Duas pessoas são assassinadas com disparos de arma de fogo

Em nenhum dos casos o autor do crime foi identificado.




Entre a noite da última quarta-feira e madrugada de ontem, duas pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana de João Pessoa. Em nenhum dos casos o autor do crime foi identificado.

O primeiro assassinato aconteceu em uma área deserta que liga o bairro Costa Silva ao conjunto Colinas do Sul.

De acordo com o agente de investigação José Roberto, da Delegacia de Homicídios da capital, o homem ainda não identificado teve os pés e mãos amarrados e foi executado a tiros e pedradas, por volta das 22h. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o homem não foi executado no local em que o corpo foi encontrado. “Por ser um local ermo ninguém viu nada ou ouviu disparos e pedidos de socorro,” disse o agente Roberto.

O corpo da vítima permanece sem identificação, na Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol).

Na madrugada de ontem um homem foi executado com um tiro na nuca quando estava em um bar, na Praça 6 de Julho, em Bayeux. De acordo com a Polícia Militar, após beber no estabelecimento, Josélio Márcio, de 33 anos estava dormindo em uma cadeira quando, por volta das 3h, supostamente um criminoso chegou e efetuou o disparo.

“Ele estava bêbado, dormindo em uma cadeira, quando foi executado com um tiro na nuca. Os familiares dele informaram que ele sempre se envolvia em confusões quando bebia, por este motivo acreditamos que o crime pode ter sido decorrente de algum desentendimento”, disse a aspirante Helena Andrade.

Conforme o relatório policial, no momento em que ocorreu o crime o bar estava sendo fechado e por este motivo não houve testemunhas. “O dono do bar estava arrumando o local e apenas ouviu o disparo, quando saiu já encontrou o homem morto. Até o momento não temos pistas de quem praticou o crime,” concluiu a aspirante Helena.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.