Policial

Com quatro homicídios, Grande João Pessoa tem noite violenta

Durante a noite deste sábado (14), foram registrados quatro homicídios apenas região da Grande João Pessoa.




Durante a noite deste sábado (14), foram registrados quatro homicídios apenas região da Grande João Pessoa. O primeiro aconteceu no bairro 13 de maio, por volta das 18h30. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios, a vítima identificada como Antônio Silva de França, bebia em um beco na comunidade Vila Japonesa, no momento em que ele saiu para comprar bebida em um mercadinho foi abordado por dois homens que efetuaram três disparos. Uma equipe do Samu foi até o local prestar socorro, mas ele morreu no local.

Pouco tempo depois aconteceu o segundo crime, desta vez no bairro de Gramame. De acordo com informações da Polícia, a vítima, Antônio Carlos Pereira da Silva, 27 anos, ex-presidiário, conhecido por “Kiko”, estava trabalhando em seu bar quando dois homens em uma moto efetuaram vários disparos. A polícia informou ainda que existia um táxi no local dando apoio aos criminosos.

O terceiro homicídio aconteceu no bairro Ilha do Bispo. Segundo informações da polícia, a vítima, Juracir Velino de Sousa, 45 anos, estava dentro de sua casa quando dois homens o chamaram do lado de fora, no momento em que ele saiu foi ferido por dois disparos de arma de fogo e morreu no local. Seu filho, João Rodrigo de Sousa, 20 anos, tentou proteger o pai, mas também foi ferido e encaminhado para o Hospital de Trauma.

O último crime aconteceu no bairro Eitel Santiago, na cidade de Santa Rita, na grande João Pessoa. Por volta das 2h30 da manhã um corpo foi encontrado em uma rua do local. De acordo com informações da 6ª Delegacia Distrital, responsável pela área, a vítima identificada como Francinaldo Gadelha de Carvalho, 30 anos, foi morta por vários disparos de rama de fogo. Afirmaram ainda que as pessoas no local disseram não saber de mais informações.

A polícia informou que estão sendo feitas as investigações dos crimes, mas até o momento ninguém foi preso.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.