Policial

Bandidos matam 2 e ferem criança em JP

Um dos crimes aconteceu na madrugada na comunidade Jardim Alfa, na cidade de Cabedelo.




Duas pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana de João Pessoa, entre a noite da última quarta-feira e madrugada de ontem, e um menino de 4 anos foi ferido por uma bala perdida.

Um dos crimes aconteceu na madrugada na comunidade Jardim Alfa, na cidade de Cabedelo, mas o corpo de um adolescente não identificado só foi encontrado no início da manhã.

Conforme o delegado Luiz Gonzaga, plantonista na 7ª Delegacia Distrital, a vítima aparenta ter aproximadamente 16 anos de idade, trajava bermuda, camisa e estava descalço. Devido ao estado de rigidez cadavérica, a polícia acredita que o crime tenha sido praticado por volta das 4h da madrugada. Quatro disparos de arma de fogo atingiram o rapaz, sendo dois na face, um na região dorsal e outro no abdômen.

“Apesar de alguns moradores terem escutado os disparos, não há testemunhas do crime. Nós vamos esperar agora o reconhecimento dos familiares para poder traçar uma linha de investigação,” disse o delegado Luiz Gonzaga. No local do crime os moradores afirmaram não conhecer a vítima, porém um homem afirmou ter visto quando, por volta das 20h, a vítima seguiu para o local do crime acompanhado por dois outros homens.

“Esse senhor nos contou que viu quando esse rapaz passou acompanhado e ainda era seguido por outros dois homens que estavam em uma moto. Ele ouviu os disparos durante a madrugada e quando soube que haviam encontrado um corpo ele veio olhar e constatou que se tratava da mesma pessoa”, contou o cabo Ismael da Silva, da 3ª Companhia de Policiamento.

O fato de a vítima estar descalça quando foi assassinada levou a polícia a acreditar que o rapaz morava perto do local em que ocorreu a execução. “Nós vamos tentar localizar a família dele e saber se ele tinha alguma rixa ou era usuário de drogas”, concluiu o cabo Ismael.

O corpo da vítima foi removido para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) e até o final da manhã de ontem não havia sido identificado. Apesar do crime, um morador afirmou que a violência não é constante no local. “Eu ouvi os tiros mas não tive coragem de sair de casa. Hoje pela manhã encontraram o corpo no meio da rua, mas nunca houve problemas desse tipo aqui”, disse um morador que preferiu não se identificar.

JOÃO PESSOA
Em João Pessoa, Autioclécio Rodrigues da Silva, de 21 anos, foi assassinado com quatros tiros, na comunidade ‘Gauchinha’, no bairro do Costa e Silva. De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), a mãe da vítima revelou a Polícia Militar que o filho estava nas proximidades de casa quando um homem se aproximou, efetuou os disparos e em seguida fugiu.

Os tiros atingiram a nunca, face e as costas da vítima, que faleceu no local. Os familiares negaram que o rapaz tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

Um dos disparos atingiu de raspão as costas de uma criança de apenas quatro anos, que estava na rua no momento em que o rapaz foi assassinado. O menino foi socorrido por familiares para o Hospital de Emergência e Trauma, onde permanece internado e seu estado de saúde é considerado regular.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.