Mundo

Parte da Ásia vê maior eclipse solar deste século

Fenômeno alcançou a duração máxima de 6 minutos e 39 segundos. Durante a manhã na Ásia, Lua encobriu o Sol durante alguns minutos.




Parte da Ásia vê maior eclipse solar deste século
Eclipse total do sol tão longo só poderá ser visto outra vez em junho de 2132.

Do G1

Quando já era manhã de quarta-feira na Ásia, a Lua encobriu completamente o Sol durante alguns minutos. E o dia ficou escuro.

Primeiro no norte da Índia, depois no Nepal, em Bangladesh, Butão, Mianmar, na China e no sul do Japão. Sobre o Oceano Pacífico, o fenômeno alcançou a duração máxima: seis minutos e 39 segundos. Um eclipse total do sol tão longo só poderá ser visto outra vez em junho de 2132.

Em Tóquio, a Lua encobriu 75% do Sol, não deu para ver nada porque estava chovendo. Os japoneses, porém, não poderiam perder essa oportunidade única. Uma multidão foi ao Museu de Ciências e Tecnologia de Tóquio para assistir a uma transmissão ao vivo do eclipse do século.

O eclipse total acontece quando a Lua se alinha entre a Terra e o Sol, encobrindo a luz solar na parte do planeta que estiver na sombra do satélite.

Para muitos cientistas, foi uma oportunidade para testar teorias, como a de que a gravidade da Terra diminui durante um evento como esse. Outros aproveitaram o fenômeno para estudar a corona solar, um anel luminoso que fica a um milhão de quilômetros do Sol.

Para as diversas religiões da Ásia, o eclipse teve um significado muito especial. Os budistas, por exemplo, acreditam que tudo o que pensamos, falamos ou fizemos neste período, terá um efeito aumentado.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.