Mundo

Honduras revoga decreto que permitia censura e prisões

Micheletti, no entanto, não quis responder se, para acabar com a crise política de Honduras, aceita o retorno de Manuel Zelaya ao poder.




Da Agência Brasil

O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, anunciou hoje (5), em entrevista coletiva na casa presidencial, que revogou na íntegra o Decreto 016, que suspendia por 45 dias a liberdade de expressão e de manifestação e permitia a prisão de pessoas sem decisão judicial.

“Tenho orgulho de informar ao mundo que revoguei integralmente o decreto após consultar o Conselho de Ministros”, afirmou. Micheletti, no entanto, não quis responder se, para acabar com a crise política de Honduras, aceita o retorno de Manuel Zelaya ao poder. “Essa é uma questão para o diálogo.”

Na quarta-feira (7), ministros de relações exteriores de países-membros da Organização do Estados Americanos (OEA) chegam a Tegucigalpa para buscar uma solução para o impasse no país, que completa hoje 100 dias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.