Esportes

Reviravolta

Presidente do STJ torna sem efeito decisão de cassar a liminar do juíz Falkandre Queiroz e deixa o Treze ainda mais forte na luta.




O ministro Ari Pargendler, presidente do Superior Tribunal de Justiça, decidiu ontem tornar sem efeito a decisão proferida por ele mesmo na última sexta-feira, em que sustava os efeitos da liminar do juiz paraibano Falkandre Queiroz. Assim, a decisão do juiz substituto da 1ª Vara Cível de Campina Grande volta a ter validade e o Treze consequentemente volta a ter três decisões favoráveis que o colocam na Série C do Campeonato Brasileiro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do STJ.

Em sua decisão, o ministro-presidente diz inicialmente, mas sem muitas justificativas, que revoga a própria decisão, que cassava a liminar do juiz Falkandre Queiroz, e depois falando sobre a liminar da juíza Ritaura Rodrigues destaca que esta foi expedida “no exercício da competência” que lhe foi atribuída. O ministro tinha sido “provocado” pelo Estado do Acre, por meio da Reclamação 9232, e ele tinha acatado os argumentos dados pela Procuradoria Geral do Estado do Acre. Mas nesta terça-feira ele voltou atrás.

Desde a decisão de sexta-feira existia a expectativa por parte da CBF de conseguir a exclusão do Treze e recolocar o Rio Branco na competição nacional. Tanto que o time do Acre viajou para Juazeiro do Norte, com o objetivo de jogar contra o Icasa, e decidiu permanecer no interior cearense mesmo depois de saber que o jogo do Icasa na verdade seria contra o clube paraibano.

Os dirigentes acrianos, na verdade, tinham a expectativa de conseguir no STJ a eliminação definitiva do Treze a tempo do Rio Branco jogar contra o Icasa nesta quarta-feira. A nova decisão do presidente do STJ, contudo, frustra as expectativas da CBF e do Rio Branco e pelo menos em tese fortalece o pleito do Treze em jogar a Série C. Hoje, o clube paraibano tem duas decisões em caráter liminar proferidas na ação cautelar pela juíza Ritaura Rodrigues e uma proferida na ação principal por Falkandre Queiroz. Todas mandam a CBF excluir o Rio Branco e em seu lugar colocar o Treze.

O Treze, inclusive, já jogou duas partidas pela Série C, mas até agora não conseguiu repetir em campo o sucesso que vem tendo nos tribunais. Depois de duas derrotas, por 2 a 0 para o Salgueiro e 3 a 0 para o Icasa (ambas fora de casa), o time paraibano é o lanterna do Grupo A. (Do GloboEsporte.com)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.