Esportes


TJDF intima CSP e FPF para apresentarem defesa em ação do Internacional-PB

Federação e clube vão ter três dias para dar explicações ao Tribunal.




Uma semana após o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Paraíba autorizar, por meio de um mandado de segurança, a participação de Tassiano Gadelha, presidente do Internacional-PB, na reunião na Federação Paraibana de Futebol para discutir o Campeonato Paraibano de 2018, a polêmica tomou novos rumos. Nessa terça-feira, o tribunal intimou a Federação Paraibana de Futebol e o CSP para apresentarem as suas defesas na ação em que o Colorado move para excluir o Tigre do Paraibano do ano que vem.

O Internacional exige a vaga do CSP no Campeonato Paraibano, com a justificativa de que o Tigre tem uma ação na justiça comum em que cobra a CBF por uma taxa de transferência de um antigo jogador do clube. Ao final da reunião na última quarta-feira, inclusive, Tassiano Gadelha afirmou que, hoje, a vaga pertence à sua equipe. No entanto, segundo o presidente do TJDF, Lionaldo Santos da Silva, nada está definido e o tribunal ainda vai julgar o caso.

Apesar da certeza de Tassiano Gadelha, tanto Amadeu Rodrigues, presidente da FPF, quanto Josivaldo Alves, presidente do CSP, se mostraram tranquilos e garantiram que quem vai jogar o estadual do ano que vem é mesmo o Tigre.

Continue lendo no GloboEsporte.com/PB