Esportes


'Sigo sonhando com o acesso', diz Schülle ao deixar o Botafogo

Treinador estava muito triste na despedida do Belo.




Cisco Nobre
Cisco Nobre

O clima era de desolação no Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno, durante entrevista coletiva que confirmou oficialmente a demissão do técnico Itamar Schülle do Botafogo-PB. Ao lado do presidente Zezinho Botafogo e do diretor jurídico Alexandre Cavalcanti, o agora ex-técnico falou por 15 minutos. Voz tranquila, mas visivelmente emocionada. E uma expressão extremamente abatida.

Num dos momentos de maior emoção, ele resignou-se. “Eu sigo sonhando com o acesso do Belo para a Série B. Mas, agora, vou acompanhar de longe”, disse .

O técnico aproveitou para fazer uma avaliação de sua segunda passagem pelo clube. Disse que o momento mais doloroso foi o gol do Boa Esporte aos 50 minutos do segundo tempo, naquele jogo do ano passado em que o Belo perdeu o acesso para a Série B. E relembrou a felicidade de ter sido campeão paraibano esse ano.

Ele se disse muito triste por deixar o clube antes do fim da temporada. Admite que a bola não vinha entrando, mas diz que em apenas um dos jogos o Belo de fato jogou muito mal.

Leia mais no Globoesporte.com/pb