Esportes


Zagueiro do Belo avisa que erros na defesa estão sendo corrigidos

Nos últimos quatro jogos, o Botafogo já sofreu seis gols. 




Amauri Aquino/GloboEsporte.com/pb
Amauri Aquino/GloboEsporte.com/pb
Plínio ainda pregou união do grupo nos momentos bons e ruins para mostrar que o ambiente botafoguense segue tranquilo.

As duas derrotas consecutivas ligaram o sinal de alerta na Maravilha do Contorno. Se nas cinco primeiras partidas a equipe sofreu apenas um gol, nos últimos quatro jogos a boa fase da defesa despencou e foram seis gols sofridos nesse período. Líder do elenco e pilar do setor defensivo, o zagueiro Plínio afirmou que o momento era esperado e que o Belo não conseguiria manter aquela perfomance no decorrer da campanha na Série C.

O camisa 3 ainda pregou união do grupo nos momentos bons e ruins para mostrar que o ambiente botafoguense segue tranquilo.

- Quando se toma um gol, quem sofre é o grupo todo. Quando não toma, o mérito também é do grupo todo. Todo mundo defende e todo mundo ataca, isso é uma equipe. A gente sabia que não ia ficar sem tomar gols, mas o que importa é sempre a vitória. A gente está trabalhando para corrigir algumas coisas, acertar alguns detalhes e levar menos gols possíveis – afirmou.

Desde o ano passado, a passagem do técnico Itamar Schülle pelo Botafogo-PB tem sido protagonizada pelo bom desempenho defensivo. Na primeira fase da Série C de 2016, o Belo se classificou para o mata-mata na terceira colocação com 28 pontos, com a melhor defesa do Grupo A, com 13 gols sofridos em 18 jogos disputados.

Leia mais no Globoesporte.com/pb