Esportes

Entenda a polêmica da contagem dos títulos estaduais do Botafogo-PB

Belo considera campeonato de 2002 para chegar ao número de 29.




Assim que terminou a partida contra o Treze, confirmando o título estadual de 2017, os jogadores do Botafogo-PB vestiram uma camisa comemorativa com o número 29. A alusão, obviamente, é para o número de taças conquistadas pelo Belo. Pelo menos, na contagem do clube, que considera o Campeonato Paraibano de 2002.

Oficialmente, a FPF reconhece o Atlético de Cajazeiras como campeão daquele ano. No entanto, o Botafogo-PB se considera vencedor depois que o TJD-PB comprovou a irregularidade no goleiro reserva Alonso, que pertencia ao Trovão Azul. Com isso, o time perderia 15 pontos e o Belo, que ficou em segundo lugar, seria o campeão.

O problema é que a Federação, à época comandada por Rosilene Gomes, nunca considerou a decisão do TJD. O caso chegou a ir para o STJD, mas não chegou a ter um veredito definitivo. Assim, a FPF nunca reconheceu o pleito do Botafogo-PB.

Leia mais no Globoesporte.com/pb