Esportes

Celso Teixeira explica "nó tático" no Campinense no 1º jogo da semi

Treinador afirma que escalação de Dico e Edinho Canutama anulou a participação dos zagueiros raposeiros no começo da partida.




Uma aposta que deu muito certo. A escalação de dois atacantes com características parecidas, dois velocistas, foi uma das principais razões para o sucesso do Treze na partida contra o Campinense nesta quinta-feira, que deixou o Galo muito próximo da classificação para a grande final do Campeonato Paraibano de 2017. Para o comandante trezeano, Celso Teixeira, as atuações de Dico e Edinho Canutama deram o "aperto" inicial que o time precisava para superar o adversário no primeiro jogo das semifinais.

"A gente sabia que precisava dar um sufoco no Campinense logo no começo. Por isso eu coloquei Dico e Edinho (Canutama) para deixar os dois zagueiros deles sem função. A gente conseguiu, deixou os zagueiros deles sem função e por isso conseguimos marcar os gols. Agora é ter atenção redobrada na segunda partida para garantir essa classificação para o Treze", comentou Celso Teixeira.

Leia a matéria completa no GloboEsporte.com/pb.