Esportes


Tribunal Superior do Trabalho concede liminar, e Marcelinho segue no Treze

Departamento jurídico do Treze conseguiu uma vitória em meio ao imbróglio judicial.




 O departamento jurídico do Treze conseguiu uma vitória em meio ao imbróglio judicial que envolve o clube, o Internacional de Lages, de Santa Catarina, e o meia Marcelinho Paraíba. Na tarde desta sexta-feira (7), a diretoria trezeana divulgou a informação de que, através de uma decisão liminar, o jogador está liberado para atuar em qualquer equipe de futebol e que deve retornar ao Galo da Borborema para a sequência do Campeonato Paraibano.

Na decisão, assinada pela ministra Delaíde Miranda Arantes, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), foi levada em consideração uma alegação dos advogados de Marcelinho, que classificaram a equipe catarinense como "mau cumpridor das obrigações trabalhistas", o que "é circunstância de grande angústia para o paciente". A relatora entendeu que as alegações apresentadas pela defesa do atleta são suficientes para suspender o vínculo dele com o Inter de Lages e possibilitar que Marcelinho Paraíba possa atuar no clube que achar mais adequado.

Leia a matéria completa no GloboEsporte.com/pb.